Arquivos do Blog

As unidades de medida de tempo!


Desde os tempos mais antigos, os seres humanos percebiam a passagem do tempo observando a natureza. Percebiam, por exemplo, que depois do dia vinha a noite; que os animais e as plantas nasciam, cresciam, reproduziam-se e morria; que havia épocas de chuvas e épocas de secas.

Foi para organizar as tarefas do dia a dia que os seres humanos criaram unidades de medida de tempo, como hora, dia, mês, ano, década, século, milênio. Para os historiadores, o tempo é um dado muito importante e organizar os diversos acontecimentos da humanidade é um dos principais desafios do historiador.

Então, observando os fenômenos da natureza e os astros celestes, camponeses, artesãos e principalmente astrônomos aprenderam a calcular a duração dos dias e das noites, a mudança das estações e a chegada de um novo ano. Com essas observações, criaram os primeiros instrumentos para calcular as horas (como os relógios) e a sucessão dos dias, meses e anos (como os calendários).

Em diferentes épocas, povos definiram divisões do tempo e algumas permaneceram até hoje. Alguns calendário foram adotados por diversos povos e outros foram impostos a povos dominados, por exemplo, o calendário gregoriano, o calendário muçulmano, etc.

Fonte: Projeto Araribá – 6ºano. Editora Moderna

Veja mais em:

Anúncios

Calendários na Antiguidade


Na Antiguidade, todos os calendários eram lunares, excepto o antigo calendário egípcio que era um calendário solar.

Calendário Babilónio

Os antigos babilónios tinham um calendário lunar de 12 meses lunares de 30 dias cada, e adicionavam meses extra quando precisavam deacertar o calendário com as estações do ano.Foram eles que deram os nomes aos dias, segundo os planetas que conheciam (e que os romanos depois adoptaram).

Calendário Egípcio

Os antigos egípcios foram os primeiros a ter um calendário solar (baseado no ano solar em vez de no ano lunar).O ano solar tinha 365 dias, divididos em 12 meses de 30 dias cada, com 5 dias extra no final do ano.Por volta de 238 a.C., o rei Ptolomeu III ordenou que um dia extra fosse adicionado de 4 em 4 anos, como sucede com o actual ano bissexto.

Calendário Grego

Na antiga Grécia utilizava-se um calendário lunar de 354 dias.Os gregos foram os primeiros a intercalar meses extra com base científica, adicionando meses a intervalos específicos do ciclo dos anos solares.

Calendário Romano

O calendário romano foi a base do nosso calendário actual, mas a sua criação foi bastante atribulada e foi ajustado e modificado muitas vezes. A sua versão final, o calendário Juliano, foi utilizado até ao século XV, em Portugal, sem grandes mudanças. Foi depois, definitivamente ajustado e substituído pelo calendário Gregoriano em 1582.

Fonte: Clube Junior